Transportes

Já li por ai algumas ideias estapafúrdias com relação ao transporte público, dentro das cidades.

Alguns defendem a tarifa zero, para todo e qualquer passageiro (a).

É tão bizarro pensar assim. Mesmo porque já temos tarifa zero para algumas pessoas, tais como estudantes, idosos e deficientes. Além de algumas categorias profissionais, como policiais e carteiros.

Eu não compactuo com essa ideia. Por que?

É simples. As empresas de ônibus em Santo André tem dono (a). O custo da passagem é subsidiado pela prefeitura. O transporte é caro porque pagamos para os dois lados: prefeitura e empresas de ônibus.

Apenas zerar uma tarifa terá um imenso impacto nas contas da cidade. Sem mencionar um fato: se hoje, com passagem cobrada, os onibus andam lotados, tentem imaginar como seria com passagem gratuita. Não tem como dar certo…

Minha ideia é fazer pressão para que os onibus que operam na cidade estejam em melhores condições, mais seguros e mais confortáveis, para que a viagem não seja uma tortura.

Só um adendo. Não sou adepto de ideias socialistas.

Para um andar de graça, pelo menos dez tem que pagar. Tem justiça nisso?

#CelsoPolido2024